25º Festival Internacional de Curtas

Ó nóis aqui traveiz! Pois é, pessoal, em meio à produção do trabalho mais importante deste ano na faculdade (falarei disso mais pra frente, hihi), fiz a louca e decidi participar mais uma vez da oficina de resenhas Crítica Curta, promovida pelo Kinoforum durante o 25º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo – pra entender, aqui o post do ano passado. Ia fazer um post divulgando o festival e incentivando todos os amigos a participar, mas quem disse que eu tive tempo?

Mas ainda há esperança! O festival vai até este domingo, dia 31, e nesse dia vão rolar umas sessões dos melhores curtas e etc, é só dar uma olhadinha na programação. Se não der pra ir, tudo bem, mas deixem-me levantar a bandeira dos curtas-metragens por um momento: gente, vocês não fazem IDEIA do nível de qualidade do que andam produzindo por aqui. A variedade de temas, as diferentes linguagens… Sério, gente, o pessoal realmente pira – no bom e no mal sentido, haha.

O meu pouco tempo livre me impede de escrever posts detalhados sobre curtas, como eu fazia no começo do blog, mas sempre os defendi porque sei que tem muita coisa legal nesse meio. Os realizadores tem mais liberdade artística, porque sabem que os curtas tem menos potencial comercial, aí ninguém faz só pensando em dinheiro. Pra ficar mais dinâmico, vou fazer uma listinha de cinco motivos pra acompanhar uma sessão de curtas:

1) Uma única sessão tem vários filmes (entre 4 e 6), então, se você não gostar do primeiro, ainda há esperanças – e assim sucessivamente;

2) Você descobre jeitos completamente diferentes e até meio malucos de contar uma história – mesmo que você não vá aplicar, percebe como uma narrativa pode ser muito mais complexa do que num filme mais comercial;

3) Nas sessões internacionais: são vários filmes de países distintos; dá pra dar uma olhada em como são os filmes em lugares que você pode nunca conhecer pessoalmente- esse item foi meio triste;

4) Nas sessões nacionais: sim, filmes são produzidos no Brasil inteirinho! É uma surpresa mega agradável assistir curtas lindos e complexos feitos por brasileiros de todas as regiões, dá até orgulho;

5) Mesmo que a sessão que você foi não tenha sido lá uma maravilha, pelo menos foi uma experiência diferente! E você se sente mais intelectual, culto(a), maduro(a), bonito(a)… Quer dizer, é o que dizem…

E é isso, amigos! Minha hashtag no blog tá com os textos do ano passado, então se quiserem conferir o que ando escrevendo no Crítica Curta, é só procurar meu nomezinho na parte de busca! Aliás, aproveitem e leiam também os textos da minha comparsa Andréia Sacaracaracara(…)cchi Figueiredo! Peace!

Data da postagem original: 29 de agosto de 2014

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s