Alma (2009)

Dessa vez não vou me desculpar pelo atraso, porque tenho um belo de um motivo! O que me impediu de vir aqui falar sobre curtas? O fato de eu estar filmando um! Isso mesmo, meus queridos: meu trabalho de fim de bimestre é nada mais, nada menos que a produção de um curta-metragem! Essa semana que passei em silêncio foi de pura correria, mas felizmente deu tudo certo.

Agora estamos na fase de pós-produção, mas assim que ficar pronto postarei aqui, o que vai ser bem diferente e legal: ao invés de ficar apenas analisando, explicarei a perspectiva de dentro dos bastidores . Mas não vou entregar tudo, claro, a magia tem que ficar no ar! Espero que vocês gostem do resultado. Aliás, espero que eu também – sou insuportavelmente perfeccionista.  Ser diretora dá um trabalho danado, espero não ter sido muito megera com a minha equipe, hahaha.

Ok, vamos falar de São Paulo do curta de hoje . Peguei um bem divertido (de animação, eba!), do qual dá pra falar sobre algumas coisinhas, mas já garanto que este post não será dos melhores, estou meio enferrujada… Mas o vídeo em si vale os singelos cinco minutos que ele vai tomar da sua vida: eis o curta-metragem Alma, escrito e dirigido por Rodrigo Blaas. Aliás, em sua página no vimeo, ele mesmo recomenda que o curta seja assistido em full screen. Eu obedeci e fez toda a diferença!

No começo, associei o estilo de animação diretamente à Pixar, mas o curta segue um outro caminho, você vai ver direitinho qual é… Não sei se é porque assisti ao vídeo depois da produção do nosso curta (do meu grupo, né, acho chato falar que é “meu curta”), mas consegui imaginar o processo de storyboarding a cada enquadramento!  O storyboard é uma espécie de rascunho gráfico, no qual você organiza sua história plano a plano. Agiliza bastante a execução propriamente dita e não deixa de ser um exercício legal de decupagem (=ordenação dos planos), né?

Sei que é chato ficar batendo na mesma tecla, mas não tem como não tirar meu chapéu pra quem trabalha com animação. Cara, produzir um negócio desse dá um trabalho… Enquanto um filme “normal” demora um ano, em média, pra ser concluído, um de animação pode demorar de três a quatro anos! Admiro muito, especialmente por não ter experiência alguma nessa área – AINDA, vocês vão ver só (?).

Reparei também na trilha sonora, muito bem utilizada. A música tem um estilinho bem Pixar mesmo, parecida com a trilha de UP, mas mesmo assim conseguiu criar essa atmosfera mais tensa que a narrativa pede. Os efeitos sonoros e até os momentos de silêncio são usados na medida certa. Mas é claro que o aspecto visual é o destaque, por se tratar de uma animação. Os bonecos da loja são lindinhos, apesar de macabros… E é isso aí, galerinha do bem, o post valeu a espera? Tomara que sim!

Data do post original: 7 de novembro de 2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s