Filmes que vi nas férias!

Que saudade de escrever aqui! Por motivos de TCC, não consigo postar frequentemente como antes, maaas vou aproveitar hoje pra falar dos vários filmes que assisti nas minhas férias (do trabalho e da faculdade) – hoje é o último dia e não está sendo fácil aceitar… Mas vamos aos filmes, vi muita coisa boa!

image

Divertida Mente (2015)

Antes de tudo, NÃO ME VENHA VOCÊ. Esse filme é maravilhoso. Todo mundo devia ser que nem a Pixar – demorar de um filme pra outro, mas entregar 90% lindeza toda vez (se não fosse Carros, subia pra 99%). Personificar emoções não é uma ideia inédita, mas meu, olha esse desenvolvimento, essa construção de universo! Pra mim, as possibilidades pra esse filme são infinitas, dá pra acompanhar a vida toda da menina, de outras pessoas, etc. Gostei mesmo, as crianças, já não sei… Mas né, Minions tá aí pra elas! Depois fiquei imaginando quais seriam minhas ilhas, minhas memórias mistas, viajei… É o tipo de filme sobre o qual é muito gostoso conversar!

image

Lola Versus (2012)

Ai. Já tinha amado Frances Ha, e resolvi assistir esse filme por recomendação da minha irmã, de mesmo diretor e atriz principal. É sobre uma mulher que leva um fora do namorado (com quem ela está tipo, desde o colégio) às vésperas do casamento dos dois. A premissa parece muito de comédia romântica clichêzona, mas tem um jeitinho todo diferente. A gente acompanha ela reaprendendo a viver sozinha, depois de tantos anos, e fazendo muita burrada. Posso dizer que sofri junto assistindo. Mas num bom sentido. Não sei explicar, apenas assistam!

image

O Profissional (1994)

Tava querendo ver esse filme há tempos, especialmente por causa da Natalie Portman – mas também por causa do meme do gritão do Gary Oldman, rs. Que surpresa gostosa! O filme tem um bom ritmo, e também não é aqueles filmes de ação com um zilhão de cenas de trocas de tiros. A trama é bem intensa, mas tem uma leveza que, apesar de não ~combinar~, acaba se encaixando bem no filme. Não me decepcionei com a Natalie, desde pequeninha dando um show de atuação. Enfim, superou minhas expectativas!

image

O Casamento de Rachel (2008)

Momento confissão: sabe aquele tipo de filme que todo mundo comenta, e você fica tipo “aham, conheço sim…”, mas você nunca viu? Mas você não moooorre de vontades, mas sente uma pressão social cinéfila de ver? Com esse filme, foi tipo isso. Queria ver pela atuação da Anne Hathaway e pra analisar a técnica de câmera de mão no filme todo. E tipo… Bacana, bom trabalho. É uma boa história, mas não me tocou muito.

image

Pequena Miss Sunshine (2006)

Ahhh, fazia tanto tempo que queria ver esse filme! Sempre senti que era meu tipo de história, mas tinha medo de ser overrated. Não é, mesmo! Fiquei muito felizinha quando meu amigo Rods disse “Esse filme é a sua cara”. Ele é (o filme, não o Rods) todo meio excêntrico, com um humor negro e até meio cretino às vezes, mas ao mesmo tempo tão aconchegante! O elenco é todo muito bom, já era fã da Toni Collette desde United States of Tara. É um filme único, não demorem tanto pra ver que nem eu!

image

O Estranho Mundo de Jack (1998)

Essa é a parte que todo mundo joga tomates virtuais em mim. NÃO. GOSTEI. Nunca tinha visto, só conhecia uns trechos das músicas e muita, muita referência visual (fotos, cosplays, bolsas vendendo na Liberdade, etc). Aí pensei “Pô, por que não? Tanta gente com gosto parecido com o meu gosta, vou gostar”. Que decepção. Será que é por que não sou mais criança? Mas gente, ainda choro com Lilo & Stitch…Sei lá, esperava muuuuito mais.

image

Priscilla, a Rainha do Deserto (1994)

Fui ver o musical há uns anos e fiquei apaixonaaaaada (e você achando que minha fissura pelas drags era coisa nova, hehe), daí me deparei com o filme. No fim das contas, acho que gostei mais do musical, porque gosto muito das performances e etc e no filme não tem tantas. É um pouco estranho ver o pai da Arwen do Senhor dos Anéis de drag – achei que ele a mais feinha das três, cá entre nós. Mas foi divertidinho sim, um road movie bem fora do esperado!

image

Qual É O Nome do Bebê? (2012)

GENTE, o que será que tem na água da França que faz essa galera só fazer filme bom? Eu sei que vocês devem estar me imaginando de boina preta, toda pretensiosa, mas filme francês é tudo nessa vida. Esse, especialmente, tem uma estrutura bem teatral, toda baseada em diálogo – exceto pela introdução dos personagens, num tom meio de falso documentário, uma delícia de ver. Sério, nada melhor que ver um bom roteiro encenado por um bom elenco! Bem levinho, mas mega envolvente.

image

Hedwig: Rock, Amor e Traição (2001)

Vai ter musical sim! E musical de rock! Com drag! Já tinha ouvido falar de Hedwig and The Angry Ich (nome original), mas nunca tinha ido atrás do filme. Meu, que história! Conhecemos a história do Hansel, um garoto que vivia na Alemanha Oriental e que, pra escapar de lá, passar por uma operação de mudança de sexo e vira a Hedwig, líder de uma banda de rock. O enredo é todo meio baseado nesse ideia de dualidade e união, oriental/ocidental, homem/mulher, procurar sua metade… The Origin of Love é uma das músicas mais lindas que já ouvi na vida, especialmente pelo contexto. Recomendo muito!

Data do post original: 29 de julho de 2015

Advertisements

One thought on “Filmes que vi nas férias!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s