Canal: Para Tudo

Quem me conhece bem sabe do meu carinho pelas drags. Talvez soe meio poser, mas desde Ru Paul’s Drag Race acabei me interessando pelo assunto e conhecendo também as drags nacionais. Tudo isso nas baladas de drags em que já fui – amei todas, a propósito. Só o fato de tocar pop e não ter gente te agarrando já é ótimo, mas as performances das drags realmente são a cerejinha do bolo!

Mas acontece que, além de gostar muito de drags, sou feminista. Não vou entrar em detalhes pra não complicar, mas acontece que algumas vertentes do feminismo defendem que a prática das drag queens acaba reforçando os estereótipos de gênero. Em poucas palavras: a drag significa dressed as a girl (vestido com uma menina). Elas usam salto, unhas grandes, maquiagem, etc etc. Mas quem disse que isso é ser mulher? Nem todas as mulheres usam essas coisas – e não são menos mulheres por isso, sabe.

Daí fiquei com essa contradição na vida: gosto das drags, apesar delas reforçarem uma ideia oposta ao que eu acredito. Como viver nesse fogo cruzado, em que as feministas consideram as drags tão opressoras quanto os machões e as drags taxam as feministas de radicais exageradas? No meio disso tudo, conheci a Lorelay Fox.

Gostei dela de cara, porque era a primeira youtuber drag queen que eu tinha visto. Os tutoriais de maquiagem e vídeos sobre ser drag já eram interessantes pra mim, que não conhecia os bastidores dessa magia toda. Mas eis que a Lorelay começou a fazer diferente: passou a usar seu canal para tratar de questões políticas e sociais, quase como uma porta-voz das drags.

Além das questões mais óbvias, relacionadas a homossexualidade e diferenciações entre trans, travestis e drags, a Lorelay começou a falar de feminismo. Não como se ela se considerasse mulher (até porque, drag não é sobre isso), mas mostrando que gays e drags podem ser muito preconceituosos sem perceberem.

Nos seus vídeos, a Lorelay mostra que justamente quem sofre preconceito deve ter a capacidade de ter empatia pelo preconceito que o outro sofre – tanto que também já fez vídeos sobre racismo. Além de uma drag maravilhosa (já vi performances dela que MEU DEUS), a Lorelay fala de assuntos polêmicos de forma bem simples e com sensibilidade. Recomendo muito!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s