Cara Gente Branca: assistam e aprendam (literalmente)

A Netflix não tem dó da minha vida social: é só surgir um feriadinho que ela chega metralhando séries novas. Tinha começado minha longa lista com Girlboss (pretendo fazer um post em breve), mas acabei trocando ela por Cara Gente Branca – foi a melhor coisa que eu fiz nesse feriado. Hm, isso soou meio deprimente… Mas enfim, foi uma boa escolha.

Pra quem não sabe, a série é inspirada em um filme de 2014. Pensei que fariam um “remake”, mas a série retrata os desdobramentos do que acontece no filme, com os mesmos personagens – quase como uma continuação mesmo. Por isso, vale a pena ver o filme também!

17dearwhite-master675

A série é tão incrível que nem sei por onde começar: a direção e a fotografia estão excelentes, assim como a estrutura da trama – que foca em um personagem por episódio, mas sempre movendo a história pra frente. Vi o filme faz um tempinho, mas definitivamente senti uma evolução no universo da história: os personagens mais aprofundados, várias tramas acontecendo ao mesmo tempo… E tudo isso em episódios de menos de 30 minutos!

Tecnicamente, a série fez escolhas muito felizes – mas o que realmente chama atenção é a sua temática: o racismo em todas as suas formas. Cada personagem tem uma trajetória muito única, o que faz com que cada um reaja ao tema com atitudes completamente diferentes. É muito legal ver uma série que mostra essa pluralidade de vivências, para deixar claro que, pasmem: o(a) personagem negro(a) não precisa ser sempre um estereótipo.

dwp_104_unit_00808r

Desde que a Netflix lançou o teaser de Cara Gente Branca, muita gente se incomodou e criticou a plataforma, chegando a ameaçar cancelar o serviço. A ironia é pensar que essa é justamente a galera que devia estar assistindo a série, que é extremamente didática – é praticamente um “Racismo for Dummies”.

Por que uma atitude x que parece inofensiva pra quem é branco ofende tanto quem é negro? Sim, é possível se fazer essa pergunta sem estar na defensiva, e aprender com isso. É possível entender essas nuances do racismo, mesmo que de forma superficial, ASSISTINDO UMA SÉRIE DA NETFLIX. Não tem como ficar mais fácil que isso.

dear-white-people

Eu sei, cara gente branca (me incluo nessa, obviamente): não é fácil admitir que a gente é parte do problema. Mas, pro seu consolo, saiba que a gente literalmente APRENDE a ser racista – lembra daquela aula de história africana que você nunca teve? E daquela revista que nunca dizia que cabelo crespo é bonito? Pois é.

A boa notícia é que ainda há tempo pra gente mudar nossas atitudes e ter um pouco mais de empatia com uma realidade que nunca vamos entender completamente. Mas com esforço, podemos chegar perto.

Assistindo Cara Gente Branca, eu chorei, me revoltei e entendi melhor muita coisa, de um jeito que só a ficção consegue fazer (desculpa jornalismo, você também é ótimo). É uma série que eu indicaria pra qualquer pessoa, independente da cor – mas, especialmente, pra quem é branco.

Advertisements

One thought on “Cara Gente Branca: assistam e aprendam (literalmente)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s